sexta-feira, 27 de julho de 2012

Sonho Real

Sonhei. Creio que o fiz como prova
destes instantes sem desterro,
destas horas sem pesadelo.
Sei que sonhei o que tenho agora. 

Vagava eu num passeio vaporoso
dentro dos meus sonhos com magnificência.
Gotejando tuas frases com veemência,
que havias me dito tão ardoroso. 

Saltitante era meu coração ajustado
pelas tuas constantes afirmações.
Belas, sinceras, como ternas canções
que ouvíamos a cada minuto calados. 

E eu te via despertando comigo...
Afagavas meu corpo com forte ganância...
Tudo isto eu sonhei com tanta sustância,
que tornou-se real minha vida contigo. 

Rosy Fonseca/1978 todos direitos reservados

Nenhum comentário:

Postar um comentário